Conheça nossa Escola

 CAMERATA ESCOLA DE MÚSICA E DANÇA

ATUANDO EM BENEFÍCIO DA EDUCAÇÃO E DA RESPONSABILIDADE SOCIOCULTURAL

 

    Realizar ações que contribuem para a melhoria da qualidade de vida e preservação da cultura de um povo já está encorporado aos desafios do mundo moderno. O retorno destas iniciativas, além de gratificante para quem as pratica, já se faz sentir positivamente no cotidiano de muitas pessoas.

  Imagine, então, poder praticar responsabilidade sociocultural com uma equipe qualificada, capaz de elaborar e desenvolver projetos que beneficiam crianças, jovens e adultos há 18 anos.

  Esta é a Escola de Música Camerata, que desde 1996, forma instrumentistas em Presidente Prudente e região. Idealizada por Luiz Antonio Peres Filho, maestro Luizão, ganhou forma e estrutura ao longo de sua existência e, hoje, oferece os cursos de violino, viola de arco, violoncelo, contrabaixo acústico, flauta transversal, piano, teclado, violão clássico e popular, guitarra, contrabaixo elétrico, cavaquinho, acordeon, bateria e percussão, além de manter o Projeto Camerata (alunos bolsistas e grupos musicais). A filosofia de trabalho é própria misturando o famoso Método Suzuki aos Métodos tradicionais de ensino musical, adicionando princípios e valores importantes como disciplina, respeito, obediência, organização e responsabilidade.

  O diferencial da Camerata é a existência de mais de 15 grupos formados por alunos da Escola e do Projeto. Com eles, os futuros músicos são encorajados e desafiados a estudar mais, já que sua progressão de um grupo menor para outro mais avançado depende do seu tempo de estudo e dedicação ao instrumento, do nível técnico atingido e do merecimento de cada um.

  Outro ponto importante para o desenvolvimento técnico e artístico dos alunos são os cursos de aperfeiçoamente que a Escola de Música Camerata promove todos os anos, aproximando seus alunos de grandes mestres da música, renomados professores que trazem, para nossa cidade e região, conhecimento e inspiração através de sua Arte.

   Os eventos como "Encontro de Instrumentistas", promovidos no final de cada semestre pela Escola, também são de suma importância para a continuidade do trabalho desenvolvido, pois além de ajudarem financeiramente a Escola a manter o Projeto Camerata, estimulam os alunos a mostrar seu talento a familiares e amigos da comunidade.

  O trabalho desenvolvido na Escola de Música Camerata já foi avaliado e aprovado por importantes nomes da música erudita nacional e internacional como os maestros João Carlos Martins, Roberto Duarte, Dario Sotelo e Juliano de Arruda Campos e os músicos instrumentistas Pedro Dellarole, Jefferson Perez, Miriam Braga (Tatuí/SP), Celso Woltzenlogel (Rio de Janeiro/RJ), Sérgio Moraes (Brasília/DF), Denise Ferraz e Maria Salete de Carvalho (Londrina/PR), Shinobu Saito (Campinas/SP), Fernando Penha (Lima/Peru), Patricia Alvarez (Assunção/Paraguai), Michel de Paula (Brasil/Suíça), Raffaele Trevisani e Paola Girardi (Milão/Itália), Virginia Ceri (Florença/Itália).

 

Camerata Escola de Música e Dança desde Janeiro de 2016

  A Escola Camerata é conhecida por sua excelência no ensino da música, e agora, amplia suas atividades para a área da Dança, mantendo a mesma qualidade e alto nível.

  A Escola Camerata oferece os cursos de Ballet Clássico, Jazz e Sapateado. Nossa Escola apresenta alguns diferencias de outras escolas de dança, pois trabalha com as duas frentes da Arte, a música e a dança, no mesmo local, o que permite à Escola Camerata proporcionar um ensino diário diferenciado e, como consequência, espetáculos inéditos, que são verdadeiros “musicais”, onde nossos alunos tocam e dançam, revelando seu talento ao público em geral.

  Para crianças, a metodologia é baseada na filosofia do método Suzuki, com foco na disciplina e na hierarquia para compor suas aulas, aliando a técnica ao desenvolvimento global, formando um verdadeiro artista.

  Para adultos, adaptações foram feitas especialmente para eles: as posições e os movimentos são específicos e os alunos ganham em concentração, calma e respiração. Não se aprimora a técnica à exaustão, mas sim, trabalha-se o corpo, a postura, a mente e a dança em si. Os alunos, em pouco tempo de aula, já sentem que estão dançando.

  Na Camerata Escola de Música e Dança a perspectiva não é competir. O prazer é muito maior do que só malhar. Há a parte lúdica, a delicadeza, a realização de “ser bailarino”.

 

© 2014 Escola de Música Camerata. Todos os direitos reservados. Weblogy Tecnologia


Rua Siqueira Campos, 914 - Vila Nova - Presidente Prudente SP
Email: contato@projetocamerata.com.br
Fone: 18 3917-4424